› home | Você sabia

Muitos alegam que a Igreja cultua imagens. Por que não é bem assim?

Existe uma relação entre arte e religião, beleza e fé? É a pergunta que o filósofo Umberto Galimberti responde, ao afirmar que o vínculo é tão forte, a ponto de acreditar que, no Ocidente, não teria havido um desenvolvimento da arte, nem a disciplina chamada Estética, se o culto às imagens não fosse aprovado no Concílio de Niceia (787 d.C). Entre as três religiões monoteístas (judaísmo, cristianismo e islamismo) apenas o cristianismo não considera o culto às imagens como idolatria.
Tudo começou no séc. VIII d.C., quando o culto às imagens atingiu tal nível de fanatismo, que os fiéis raspavam as tintas das pinturas para misturá-las ao vinho distribuído após a missa. Os abusos eram tais que judeus e muçulmanos começaram a chamar os cristãos de idólatras e de iconólatras.
Então, o imperador Leão III (717-741), deu ordens para destruir todas as imagens sagradas, começando com uma de Cristo, colocada no cimo de uma porta de Constantinopla e amplamente venerada. Houve uma revolta popular, sufocada com força. Quem hoje visita as igrejas rupestres da Capadócia (Turquia) pode ver como a iconoclastia foi violenta nos rostos de Cristo e de Maria, mutilados por golpes de martelo.
Em 787, a fim de acabar com o conflito, a “Imperatriz do Oriente”, Irene de Atenas, convocou o Concílio de Niceia que não acabou com a polêmica, mas no qual firmou-se a base teológica para o uso de imagens no culto cristão. Em 869, o Concílio de Constantinopla viria a confirmá-lo definitivamente.

E que razões Niceia trouxe para legitimar o culto às imagens, abrindo as portas, indiretamente, para a História da Arte?
Conforme o relato de Crispino Valenciano, os argumentos foram a encarnação e a ressurreição de Cristo. Se Deus se encarnou no Filho, significa que Ele quis se mostrar a nós, e o cristianismo, que se distingue do judaísmo e do islamismo precisamente porque reconhece a encarnação de Deus, afirma, não apenas a legitimidade, mas a importância da visão ao lado da audição, da imagem ao lado da palavra.
Se por um lado aí está “fundamentado” o culto das imagens, por outro lado, indica que é imperativo que as imagens sejam apenas a representação de algo ou de alguém que se tornou visível, que entrou na história humana, e não que sejam o resultado de uma invenção fantástica: “Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse O revelou” (Jo 1, 18).
Portanto, Jesus, sua história, sua humanidade, tornam-se o “lugar” onde os homens podem fazer uma experiência de Deus, porque é na sua carne em que o Tudo se revelou. Por isso, o que a Ele se refere pode se tornar, não apenas objeto de representação, mas caminho para o conhecimento.
Compreendemos, então, porque o Patriarca de Constantinopla Nicéforo, apoiando-se no Evangelho de Mateus, onde se lê: “Bem-aventurados os vossos olhos, porque veem. Muitos profetas e homens desejaram ver o que vedes e não o viram” (13, 16-17), argumenta que: “A percepção visual é mais imediata e mais penetrante do que a percepção auditiva.” Neste ponto, Galimberti se pergunta se a estética, em vez de permanecer confinada no âmbito histórico e artístico, não pode voltar a ser uma teoria da sensibilidade (em grego aisthesis), como destacou o Concílio de Niceia, que, de um lado, colocou o cristianismo – religião da imagem ou da sensibilidade -, e, de outro, o judaísmo e o islamismo – religiões da palavra –, porque não aceitam a encarnação de Deus, sua manifestação na carne de Jesus.
Deveríamos ser mais conscientes de que, hoje, precisamos colocar a ortopatia, isto é, a maneira correta de perceber a relação com o “divino”, em que a Beleza possa novamente motivar a procura da verdade e sustentar o compromisso corajoso para a transformação do mundo.

(com base em texto de Massimo Casaro, Sacerdote do Pime - Revista Mundo e Missão - Novembro 2013)


Matérias anteriores:

• Por que outubro é o mês do rosário?
• Maria está presente no Antigo Testamento?
• Tempo Litúrgico
• Onde nasceu Jesus
• Celebrações marianas
• Dicas para Acolhida na JMJ
• O que é transubstanciação?
• Por que sábado é dedicado a Maria?
• Os dois tempos...
• Sobre o Espírito Santo...
• Sobre os Bispos
• A Eucaristia - Corpus Christi
• Onde ficam alguns dos lugares citados na Bíblia?
• Quais as roupas do sacerdote?
• O que é “romaria”?
• Que os livros da Bíblia podem ser divididos em quatro grandes grupos?
• Como procurar uma passagem ou citação na Bíblia?
• O que é ladainha?
• O que são os doutores da Igreja?
• O que é o ambão?
• O que significa o altar?

• Qual a importância da cadeira do sacerdote celebrante no espaço litúrgico?


cialis bijwerkingen viagra effekt cialis i norge hva er kamagra viagra nettbutikk levitra eller cialis cialis erfaring viagra norge kamagra kopen levitra prijs cialis kopen in nederland kamagra bijsluiter kamagra kopen in de winkel levitra bijwerkingen viagra pil cialis uten resept viagra kopen apotheek kamagra bestellen levitra kopen cialis 20 mg viagra werking cialis 20 viagra kopen cialis pris
Kamagra 100mg Oral Jelly Kamagra 100mg Oral Jelly Sildenafil Lovegra 100mg Tablets Lovegra Women 100mg Generic Viagra Trial Packs Generic Cialis Trial Packs Lovegra 100mg Tablets Lovegra 100mg Reviews Lovegra Sildenafil 100mg Lovegra Women 100mg Generic Priligy 60 Mg Generic Priligy Side Effects Generic Priligy 30mg Generic Priligy (Dapoxetine) Super Kamagra Erectile Dysfunction Tablet Kamagra Super 100mg Kamagra Super Online Generic Propecia Finasteride 1mg Buy Generic Propecia 1mg Online